Olá! Você gostaria de receber as notificações desta loja?


X

Blog

Tipos de sutiã: dicas para escolher a melhor opção

Tipos de sutiã: dicas para escolher a melhor opção

24/05/2019 08h00 | BY Pink Lingerie
525

No século 14 já existiam indícios do sutiã em pinturas antigas mostrando mulheres com faixas sem alça para a prática de esportes.

Já no século 16, as mulheres usavam corsets, mas achatavam os seios. Em 1869, o corset foi dividido em duas peças e em 1905 a peça superior era vendida separada.

Em 1907, a revista Vogue usou o termo brassiere para se referir a peça usada nos seios. Já o sutiã moderno foi idealizado por Mary Phelps Jacob.

Inicialmente existiam apenas os modelos básicos e eles não eram pensados para aparecer. Eram flat e sem detalhes.

Além disso, os tamanhos disponíveis não eram democráticos. Sem arames ou bojo, as cores eram discretas, indo do nude ao bege.

Os modelos com bojo apareceram na década de 30 e o sutiã começou a ser conhecido como bra. Eles cobriam totalmente os seios.

Desde então, existe uma variedade muito maior de modelos para escolher, viraram item de moda e o design oferece diferentes tipos de efeitos.

Tipos de sutiã

Conheça dos modelos mais populares e mais fáceis de serem encontrados na do melhor sutiã.

Meia taça

Esse tipo oferece sustentação aos seios e tem ¾ de cobertura do colo. Pode ter bojo ou não.

Top

É o mais democrático para todos os tipos de seios e não tem arames ou decotes. É flat e ideal para tamanhos pequenos, médios e grandes.

Balconet

Esse tipo oferece mais sustentação, tem cobertura quase total e levantam os seios. Ideal para roupas com decote quadrado e para seios com volume médio e grande.

Push-up

O sutiã push-up dá o efeito de seios volumosos por juntar os seios com bojo reforçado. Alguns modelos são acolchoados internamente em formato de bolha (para seios pequenos e médios) ou banana (para seios grandes) na parte interna. Ideal para blusas e vestidos com decotes em V e disfarçar a flacidez.

Strappy

Esse tipo é caracterizado pelas tiras e podem delinear com formas o colo ou laterais do corpo.

Triangular

Esse é um dos modelos que valorizam as formas naturais dos seios. Não causa efeito volumoso, não juntam ou causam efeito para decotes.

Tomara que caia

Sem alças, laterais largas e com faixas de silicone para não escorregar indicado para seios de tamanho pequeno e médio.

Cobertura total

Esse tipo oferece 100% de cobertura com taça alta, sem decotes, com alças e laterais grossas para oferecer sustentação.

Como escolher?

Para escolher o melhor sutiã, deve-se levar em consideração: tamanho, volume e formato dos seios para criar o efeito desejado.

Além disso, é recomendado fazer uma medição do tórax passando a fita métrica em volta do corpo na altura do colo.

Depois, da circunferência acima do diafragma e por último dos seios. Na última medição, a fita deve ficar na altura dos mamilos e ficar reta nas costas.

Essas medidas são importantes para saber o tamanho correto da taça e não ter sobras ou comportar bem os seios sem escapes. Existem tabelas e com as três circunferências poderá descobrir o tamanho correto, entre A e D.

O sutiã ideal deve ser confortável, oferecer sustentação, os seios devem preencher a taça, as alças não devem machucar e as laterais devem ficar posicionadas retas nas costas sem efeito repuxado.

Tiras e laterais

As tiras e laterais finas ou média padrão são ideais para seios médios e pequenos, enquanto as alças acolchoadas e laterais grossas oferecem suporte com conforto para seios grandes.

Acessórios

Os bojos avulsos podem ser colocados em sutiãs com compartimento. É ideal para quem tem seios irregulares.

O alongador de fecho é ideal para sutiãs não estruturados e que tenham ficado muito apertados nas costas.

Já o extensor é ideal para decotes nas costas, já que ele pode ser preso de forma pentagonal na calcinha.